MDF ou MDP, afinal, qual é o melhor?

 

Quem nunca teve dúvidas com o tipo de material na hora de comprar seus móveis online? Pensando nisso, resolvi ajudar você a entender as diferenças e fazer a melhor escolha.

Conversei com o Roberto Sberse, Gerente Industrial da Tecno Mobili, e ele explicou que no mercado existem diversas opções, mas o MDF e o MDP são os preferidos dos fabricantes, devido a sua durabilidade, qualidade, relação custo x benefício e equilíbrio ambiental, já que a preferência é por madeiras de reflorestamento.

Ambos são obtidos a partir da mesma matéria-prima, geralmente madeira reflorestada de pinus ou eucalipto. O que muda é o processo de formação das chapas:

MDF: é obtido através da colagem das fibras da madeira que são prensadas com adicional de resina sintética e aditivos. O que o torna uma chapa mais compactada e pesada.

MDP: é obtido através de camadas de fibras de madeiras com adicional de resinas, que são prensadas com pressão e temperaturas altas, sendo as mais grossas no meio da chapa, enquanto as mais finas ficam na superfície. O que a torna uma chapa mais leve em comparação ao MDF.

Na prática a diferença entre as duas está no uso que você vai dar para o móvel.

Minha sugestão é optar por móveis em MDF para aquelas peças mais decorativas, que necessitam de bordas arredondadas, curvas ou usinagens, como um aparador para a Sala de Estar, por exemplo, já que a principal vantagem do MDF é a maior flexibilidade para dar acabamento nas peças.

Já se você procura um móvel mais funcional, que precisa suportar mais peso, como uma mesa para escritório, minha dica é por móveis fabricados com MDP, já que ele é mais resistente e durável.

Mas não se preocupe, os móveis produzidos tanto em MDF quanto em MDP seguem padrões de fabricação internacionais, que garantem produtos de qualidade.

 

Me siga nas redes sociais para mais dicas: Facebook - Instagram - Pinterest :)